Artigo vazado 3cfe278ff33dee042b24656458c3ab911d49bfe80e37cca1757d5a15f05f7b4a
30/07/2020
Os benefícios da colina para sua alta performance cognitiva
Data?1569950176
by: Caffeine Academy
Os benefícios da colina para sua alta performance cognitiva
Os benefícios da colina para sua alta performance cognitiva
O que você vai ler aqui:
  • O que é colina
  • Para que serve a colina
  • Benefícios da colina
  • Consequências da deficiência de colina
  • Alimentos ricos em colina

A colina é um composto orgânico mais próximo de uma vitamina, é comumente associado ao complexo B por conta de sua similaridade.  É classificada como um nutriente essencial por cumprir várias funções no organismo, especialmente no cérebro.

Para que serve a colina

A principal função da colina está relacionada ao impulsionamento da produção de acetilcolina – uma substância química que intervém diretamente na transmissão de impulsos nervosos, acelerando a produção e liberação de neurotransmissores, o que faz com que se tenha melhor memória e maior capacidade de aprendizado.

Um estudo clínico de 2015, publicado na revista Scientific Reports, descobriu que a colina desempenha um papel importante para o foco e precisão. Os adultos que realizaram tarefas de “clicar e apontar” em um computador após a ingestão de suplementos de bitartrato de colina apresentaram maior equilíbrio entre a precisão e a velocidade para o desempenho geral.

Outra função da colina é entrar na formação da esfingomielina que forma a capa dos nervos que chamamos de bainha de mielina – essencial para que o impulso nervoso caminhe nos neurônios.

Além disso, a colina também é necessária para reduzir as concentrações de homocisteína, uma substância que está relacionada ao dano cerebral e outras doenças crônicas, assim como se encontra envolvida na síntese de lípidos, regulação das vias metabólicas e na desintoxicação do organismo, melhorando a função do fígado.

Benefícios da colina

Saúde cerebral

Como já citamos acima, a colina promove o desenvolvimento e atua no funcionamento saudável do cérebro, tornando-se uma excelente aliada para turbinar suas funções cognitivas, como o aprendizado, a memória e o humor.

Em geral, níveis equilibrados de colina no corpo estão relacionados com um melhor desempenho cerebral, ajudando também a diminuir a ansiedade e transtornos mentais como a bipolaridade.

Estudos apontam os benefícios da colina para a melhora da memória de curto e longo prazo, assim como o uso de fosfatidilcolina por pessoas com mal de Alzheimer precoce foi capaz de produzir melhorias consideráveis na memória.

Saúde do coração e fortalecimento dos músculos

Por agir na formação do neurotransmissor acetilcolina, a colina contribui para o controle da frequência cardíaca.

A colina também ajuda na formação de uma enzima capaz de proteger o organismo contra a homocisteina, substância tóxica para o organismo, especialmente para o coração.

Além disso, há benefícios da colina para a função muscular, ajudando a fortalecer vários músculos do corpo, incluindo o coração.

Saúde do fígado

Evidências científicas indicam que a deficiência em colina pode resultar em doença hepática. Isso porque a fosfatidilcolina produzida a partir da colina participa da quebra de gorduras no fígado.

A habilidade da colina de mover as gorduras para fora do fígado para convertê-las em energia é única. Com esse transporte, o nutriente que é parecido com uma vitamina ajuda a fornecer combustível para o corpo e ajuda as vitaminas B a gerar energia.

Ela complementa o papel da carnitina no metabolismo da gordura e gerencia a homocisteína para auxiliar na manutenção da produção de energia de maneira não restritiva.

Melhoria da função cognitiva e inteligência

O declínio cognitivo ocorre por causa da redução de acetilcolina. Como a colina impulsiona uma maior produção desse neurotransmissor, ela consequentemente atua na prevenção do declínio cognitivo e protege o cérebro contra a degeneração.

A colina também é importante para a formação da mielina, uma membrana que recobre os neurônios essencial para funções como a inteligência e o QI.

Outros benefícios da colina

A colina também pode ajudar a diminuir sintomas de doenças neurodegenerativas e no tratamento de transtornos de humor. O nutriente também ajuda na recuperação de lesões cerebrais, na prevenção contra o acúmulo de gordura não metabolizada no organismo, no bom funcionamento do sistema nervoso, na saúde da pele e no alívio de alguns sintomas de glaucoma.


Consequências da deficiência de colina

Apesar do nosso corpo produzi-la naturalmente, não conseguimos a quantidade suficiente para satisfazer nossas necessidades.

Sem colina suficiente colina, o corpo começará a quebrar células para garantir o fornecimento de colina ao cérebro. Ao longo do tempo, isso pode levar a um acúmulo prejudicial de gordura nas células do fígado e nas musculares.

Ainda assim, os casos de deficiência são poucos e, na maioria das vezes, afetam pessoas consideradas grupos de risco, como:

  • Atletas de alta performance que têm seus níveis de colina reduzidos em maratonas, por exemplo;
  • Mulheres na pós-menopausa devido à queda nos níveis de estrogênio que estão relacionados à produção de colina;
  • Mulheres grávidas que precisam de quantidades maiores de colina para o bom desenvolvimento do feto;
  • Veganos que não consomem fontes alimentícias de origem animal ricas em colina;
  • Pessoas que consomem álcool em excesso, já que a substância pode aumentar as necessidades de colina pelo organismo.

Assim, precisamos incluir alimentos predominantemente naturais e nutritivos no dia a dia que contenham colina para manter a saúde ideal.

Principais fontes de colina

A colina pode ser encontrada em vários tipos de alimentos, mas sua principal fonte alimentar é a gema do ovo.

Confira a lista de alguns alimentos ricos em colina:

  • Fígado bovino
  • Grão de bico
  • Salmão
  • Ervilha
  • Peito de frango
  • Amêndoas
  • Couve-flor
  • Ovo
  • Feijão marinho
  • Carne vermelha
  • Peru
  • Leite de cabra
  • Couve de Bruxelas
  • Salmão
  • Levedura
  • Bacalhau fresco
  • Brócolis
  • Linhaça

A colina também pode ser encontrada na forma de suplemento alimentar, entre os produtos disponíveis no mercado brasileiro podemos destacar o Supercoffee 2.0, um blend energético composto por 11 superingredientes, entre eles a colina.

As 300mg de colina acrescentados a fórmula são suficientes para você aproveitar uma melhoria da memória e no processamento de informações, de curto e longo, além de oferecer outros benefícios para seu corpo, como:

  • Energia limpa
  • Disposição duradoura
  • Aumento do metabolismo
  • Auxilio nas 3 etapas da queima de gordura
  • Maior concentração para desenvolver atividades cognitivas.

Post relacionado: Por dentro da fórmula do SuperCoffee 2.0

Resumidamente, essa vitamina está diretamente ligada à cognição e à memória, bem como ao movimento muscular, à respiração e à frequência dos batimentos cardíacos. Aproveite a reunião desses e outros benefícios reunidos nas doses de SuperCoffee para alcançar sua alta performance física e mental todos os dias.


Data?1569950176
AUTOR:
Caffeine Academy
Catalisar todo o potencial humano é o nosso propósito.