Artigo vazado 3cfe278ff33dee042b24656458c3ab911d49bfe80e37cca1757d5a15f05f7b4a
05/11/2019
O que é ansiedade?
Data?1569950176
by: Caffeine Academy
O que é ansiedade?
O que é ansiedade?
O que você vai ler aqui:
  • Enquanto que a ansiedade acomete aproximadamente 10% dos Brasileiros, essa síndrome acomete 3,6% da população mundial. (Organização mundial da Saúde – OMS)
  • Transtorno de Ansiedae é um sentimento de medo excessivo e desagradável que se manifesta como um desconforto ou tensão, geralmente acompanhada de alterações comportamentais
  • A ansiedade funciona como uma disfunção do “sistema de alarme do organismo”. Esse sistema de alarme funciona através do pleno funcionamento dos nossos neurotransmissores.

No decorrer dos anos de desenvolvimento da sociedade, diversas doenças assolaram as mais diferentes regiões da terra. A Peste Negra na Europa, durante a idade média, as gripes que mataram centenas de indígenas durante o período colonial e as atuais viroses, como a Ebola, que levaram ao óbito centenas de pessoas na África, servem como exemplos pontuais. Porém, nenhuma dessas doenças se infiltraram em tantas pessoas como as doenças psicossociais estão fazendo hoje em dia. Elas sim estão presentes em cada canto do mundo, onde você menos espera. De acordo com a OMS, o Brasil é o país mais ansioso do mundo, e nós contamos com simplesmente 18,6 milhões de pessoas que convivem com o transtorno – você tem noção do que é isso? É quase 10% da população de toda a nossa nação!

Enquanto que a ansiedade acomete aproximadamente 10% dos Brasileiros, essa síndrome acomete 3,6% da população mundial. (Organização mundial da Saúde – OMS)

Tudo bem... mas já que temos tantas pessoas com ansiedade no Brasil, temos que entender como essa ansiedade começa, quais são seus mecanismos de ação, se existe tratamento e o que podemos fazer para prevenir esse mal, não é mesmo? Afinal, é através da informação que nós podemos deletar o estigma de que ansiedade é apenas uma “frescura” e que a ansiedade nunca vai te acometer, apenas pelo simples fato de que ela é um “sentimento transitório”. Se interessou por esse tema? Então é a partir daqui que vamos te explicar um pouco mais sobre todo o funcionamento dessa síndrome que merece muita atenção – afinal, muito provavelmente você conhece, conheceu ou conhecerá uma pessoa inserida nessa situação.


Transtorno de Ansiedade

Para início de conversa devemos entrar em um consenso sobre o que é o Transtorno de Ansiedade e o que exatamente a pessoa sente quando está em um quadro ansioso. Ele é um sentimento de medo excessivo e desagradável que se manifesta como um desconforto ou tensão, geralmente acompanhada de alterações comportamentais (como: irritabilidade, medo de ir para determinados lugares ou medo de ficar sozinho, por exemplo) e alguns sinais e sintomas corpóreos (como: sudorese, taquicardia, respiração acelerada e inquietação). Algumas pessoas que possuem o Transtorno de Ansiedade podem passar meses ou anos sem apresentar nenhuma alteração, enquanto que outras pessoas apresentam episódios ansiosos todos os dias ou mais de uma vez por dia. Consegue entender porquê a ansiedade não é uma “frescura”? 

No Brasil, os Transtornos de Ansiedade são uma das principais causas de afastamentos laborais dentre os transtornos mentais e comportamentais. 
Logobf 2297ac864ab0b5981e07b4f699a57a4207cc3e4f08ff60218c22db488ab87a99

Como a Ansiedade age no nosso cérebro

Agora que entendemos a definição dos Transtornos Ansiosos e o que podem sentir as pessoas que desenvolvem essa síndrome, podemos falar um pouco mais de como isso tudo funciona no cerebro dessas pessoas. A ansiedade funciona como uma disfunção do “sistema de alarme do organismo”. Esse sistema de alarme funciona através do pleno funcionamento dos nossos neurotransmissores (substâncias que regulam, ativam e proporcionam a manutenção da comunicação entre os neurônios – as células no nosso sistema nervoso). Quando determinados neurotransmissores como o glutamato, noradrenalina, GABA e/ou a serotonina estão desregulados, a ansiedade pode surgir de uma forma não convencional. 

Mas, agora você deve estar se perguntando como esses neurotransmissores são desregulados no cérebro de uma pessoa saudável. Isso pode acontecer através de diferentes formas e depende muito da carga genética da pessoa - portanto uma causa não necessariamente vai promover o Transtorno de Ansiedade para todas as pessoas que forem expostos a ela. Além disso, os fatores causadores podem ser agrupados em relação ao período da vida em que ela está passando. Dessa forma, uma criança terá “gatilhos mentais” diferentes dos adultos ou idosos. Nos casos infantis, as manifestações podem ser bastantes precoces, sendo a pessoa desde cedo uma criança agitada e irritada, às vezes hiperativa, que chora repetidamente. As principais causas dessa época de vida são: separação conjugal dos pais, brigas frequentes entre os pais, falta de afeto e carinho – principalmente da mãe e doenças ou morte(s) por parte dos seus familiares. Durante a vida adulta, as principais causas se configuram como: excesso de carga horária e intensidade no trabalho, preocupações financeiras, uso de drogas ilícitas, como a maconha, devido principalmente à presença do canabidinoide THC, e experiências traumáticas vividas (como um acidente grave, um sequestro etc).


Como reduzir a ansiedade?

Agora que compreendemos as possíveis causas que originam os Transtornos Ansiosos, fica relativamente fácil compreender quais as medidas que podemos praticar para que esse tipo de condição fique cada vez mais longe de nós. Medidas como a prática de yoga, incorporar intervalos durante o trabalho e realizar sessões terapêuticas com um psicólogo se mostram efetivas para melhorar sua saúde mental! Evidentemente, todos nós sabemos que é difícil eliminar todo e qualquer estresse da nossa vida. Isso seria o paraíso, no entanto utópico demais, não é mesmo? Portanto, ninguém aqui está te pedindo para fazer coisas impossíveis – apenas acreditamos que o desenvolvimento pessoal é uma escada que deve ser percorrida aos poucos, e sempre para cima!  

Agora, uma vez que você adotou todas as medidas possíveis e mesmo assim desenvolveu um transtorno ansioso, a cura dessa condição é realmente possível? Nós podemos dizer que sim! Porém esse tratamento vai depender muito de diversos fatores ambientais e biológicos individuais. Assim, o tratamento baseia-se essencialmente em retirar ou evitar os fatores estressores (principalmente aqueles que tem causa direta com o aparecimento da ansiedade), realização de terapias psicológicas adequadas para cada tipo de transtorno ansioso e, em casos em que a síndrome se torna incapacitante, é recomendado que se inicie uma terapia medicamentosa. O medicamento que geralmente é utilizado pelos médicos é o antidepressivo tricíclico. Antidepressivo? Mas o problema não é ansiedade? Sim! Porém os antidepressivos também conseguem atuar naquela disfunção dos neurotransmissores que foi mencionada no inicio do texto. Eles basicamente vão tentar manter a quantidade dos neurotransmissores (principalmente a serotonina e dopamina) em uma taxa ideal de funcionamento, mantendo assim a homeostase cerebral, evitando o aparecimento de sintomas ansiosos. Entendido?

Apesar de mencionar o tratamento medicamentoso, que geralmente é recomendado para pessoas que manifestam uma relevante disfunção na produção de neurotransmissores, é importante ressaltar que o auto-controle e o auto-entendimento do seu corpo e daquilo que você sente é a melhor forma de “tratar” sentimentos ansiosos. A inclusão de hábitos saudáveis e a priorização do seu bem-estar é o passo número 1 para combater sentimentos negativos.

Acreditamos fielmente na mudança de estilo de vida e entendimento do corpo como fator preponderante para predominância de sentimentos positivos! 

Para finalizar, se você é uma pessoa que acredita que pode ter esse tipo de síndrome, não tenha medo ou receio de contar para seus familiares e amigos. Esse tipo de condição é normal e precisa ser compartilhada para que as pessoas que estão ao seu redor te ajudem das mais diversas maneiras possíveis, seja apenas escutando o que você tem para dizer, te indicando alguma terapia comportamental ou te acalmando nos momentos difíceis. Ninguém vence uma batalha sozinho, pense nisso!       




Data?1569950176
AUTOR:
Caffeine Academy
Catalizar todo o potencial humano é o nosso propósito.