Artigo vazado 3cfe278ff33dee042b24656458c3ab911d49bfe80e37cca1757d5a15f05f7b4a
17/08/2020
Home office: novos hábitos, novos problemas?
Data?1569950176
by: Caffeine Academy
Home office: novos hábitos, novos problemas?
Home office: novos hábitos, novos problemas?
O que você vai ler aqui:
  • Soluções boas e baratas para o home office
  • A importância de se fazer pausas
  • Como fazer um bom alongamento

Home office: novos hábitos, novos problemas?

O home office tornou-se a principal e a mais segura alternativa de trabalho em meio à pandemia, exigindo adaptações emergenciais e ajustes na rotina domiciliar. Dessa forma, muitas pessoas transformaram a mesa de jantar em estação de trabalho e os livros em suporte para monitor e até mesmo para o pés. 

Contudo, o que era uma alternativa, talvez, torne-se permanente em algumas empresas. Mas esses “armengues” podem provocar sérios distúrbios musculoesqueléticos, é o que sugere uma pesquisa da Universidade de Cincinna (UC), publicada no SAGE Journals.

"Você pode usar seu notebook de casa, mas ele foi projetado para ser uma opção de curto prazo. Deve ser usado por algumas horas, durante a viagem. Mas não foi feito para ser usado por oito ou nove horas por dia", explica Kermit Davis, PhD e especialista em ergonomia de escritório da UC.

Segundo Davis, a tela e o teclado do notebook são menores do que os de um computador de escritório padrão. Como resultado, o usuário olha para baixo muitas vezes, pois a tela menor fica bem abaixo da altura dos olhos.


Mas o uso do notebook não é o maior problema. A pesquisa que contou com 843 pessoas em home office indicou diversos riscos ergonômicos nos escritórios domésticos, a maioria deles relacionados ao uso de cadeiras inadequadas. Veja alguns dados:

  • 73% das cadeiras não possuem apoio lombar;
  • 67% das cadeiras utilizadas são de superfície dura;
  • 27% das cadeiras são de jantar;
  • 75% dos monitores são notebooks e posicionados abaixo da altura dos olhos;
  • 31% dos monitores primários não estão centralizados;
  • 22% dos locais de trabalho possuem má iluminação.

Se identificou com alguma das situações acima? Se sim, certamente você já está sentido os efeitos de um home office inadequado, como dores nas costas, no pescoço e nas pernas. Na maioria das vezes, isso é causado pelo uso de cadeiras inadequadas e acentuado pelo mau hábito de ficar sentado por muito tempo.

Post relacionado: Guia do home office

Essa posição estática provoca um relaxamento da musculatura que estabiliza a coluna e, como consequência, há um aumento na pressão sobre os discos da coluna, causando inflamação dos nervos e as temidas dores nas costas. Outro efeito é a má circulação sanguínea, que causa dores nas pernas e varizes.

Davis acredita que os níveis de desconforto dos trabalhadores aumentaram após cinco meses de trabalho remoto e vários fatores contribuíram para isso. “Não se trata apenas da mudança ergonômica, mas também de outros fatores: o isolamento, as mudanças no trabalho em equipe e o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional são distorcidos e as mudanças no nível de estresse das pessoas”, diz ele.


Soluções boas e baratas

Comprar móveis adequados para o home office, tais como cadeiras, apoio para os pés e suporte para monitores, assim como adotar uma nova iluminação talvez sejam as soluções mais adequadas. Entretanto, esse é um investimento que não cabe no orçamento de muitas pessoas, principalmente em um cenário de crise.

Mas existem algumas medidas eficazes e de baixo custo que podem ajudar a melhorar o bem-estar ergonômico. Veja abaixo algumas sugestões dos especialistas:

  • Use teclado e mouse externos;
  • Coloque um travesseiro no assento da cadeira para elevar sua altura;
  • Coloque um travesseiro ou toalha enrolada atrás das costas para fornecer suporte lombar;
  • Aproxime a cadeira da escrivaninha ou mesa para incentivar o apoio das costas no encosto;
  • Se usar o notebook no colo, use uma mesa de colo ou travesseiro grande para ajustar sua altura;
  • Ao usar monitores duplos, mantenha o monitor principal diretamente à frente dos olhos e os secundários próximos ao principal;
  • Coloque uma toalha dobrada sobre a borda da mesa e na frente do teclado para amenizar a dureza da superfície.

Outra recomendação para o home office é manter distância da mesa de jantar, do sofá, da cama e do chão. Essas áreas não são ideias e muitas vezes levam a posturas inadequadas e desconfortáveis.

Alongue-se. É para o bem do seu corpo e mente!

Como explica Davis, "O corpo não gosta de posturas estáticas continuamente". E um modo de “agradar” seu corpo é se levantar a cada 30 minutos e se movimentar por 2 minutos. Pode ser uma andada até a cozinha para tomar um SuperCoffee ou simplesmente olhar a vizinhança pela sacada do apartamento.

O simples ato de se espreguiçar também é benéfico, pois fortalece as articulações e melhora a flexibilidade. Sabe o que é muito bom também? Alongamentos matinais, essa prática permite iniciar o dia com mais vitalidade e prevenir os desconfortos de trabalhar sentado.

Veja como é simples:

  1. Erga os braços para cima e incline-se levemente. 10 segundos em cada lado.
  2. Incline a cabeça para frente e para trás. 10 segundos em cada posição.
  3. Fique de pé, sem dobrar os joelhos, tente tocar os tornozelos. 10 segundos.
  4. Sente-se sobre os calcanhares e estique os braços. 15 segundos.
  5. Deite de barriga para cima e abrace a perna. 10 segundos cada perna.

Data?1569950176
AUTOR:
Caffeine Academy
Catalisar todo o potencial humano é o nosso propósito.