Artigo vazado 3cfe278ff33dee042b24656458c3ab911d49bfe80e37cca1757d5a15f05f7b4a
28/04/2020
Hábitos da vida moderna incrivelmente ruins para saúde do seu cérebro
Data?1569950176
by: Caffeine Academy
Hábitos da vida moderna incrivelmente ruins para saúde do seu cérebro
Hábitos da vida moderna incrivelmente ruins para saúde do seu cérebro
O que você vai ler aqui:
  • Dados sobre a saúde dos brasileiros
  • Hábitos comuns, mas não tão saudáveis
  • Consequência da inatividade física
  • Porque você não deve tentar ser multitarefas
  • As consequências do uso excessivo de eletrônicos
  • Como reverter maus hábitos

Hábitos da vida moderna incrivelmente ruins para saúde do seu cérebro

Segundo o Ministério da Saúde, o número de obesos no Brasil aumentou 67,8% em 13 anos. Por outro lado, a população brasileira passou a adquirir mais hábitos saudáveis. Boa ou má notícia?

Antes de tudo, é preciso entender quais fatores influenciam nesses números. O aumento da obesidade está relacionado com o consumo elevado de alimentos ultraprocessados e fast foods, além da inatividade física, ou seja, sedentarismo.

o excesso de fast food é um hábito moderno

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a prática de, no mínimo, 20 minutos de atividades físicas ao dia, a fim de reduzir o risco de doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade, câncer de mama, câncer de cólon e depressão. 

Acontece que muitas pessoas consideram-se “ocupadas demais” para praticar atividades básicas de movimento, como caminhadas e alongamentos. A consequência desse hábito não só aumenta o risco de desenvolver as doenças mencionadas, como também leva ao declínio mental.

Hábitos comuns, porém prejudiciais

A inatividade física causa vários problemas para a saúde física e mental, isso você já sabe, né?!. Entretanto, o estilo de vida moderno nos faz desenvolver alguns hábitos que, por ora, parecem inofensivos, mas são capazes de nos tornar menos produtivos e ineficazes. veja abaixo:

Ser multitarefa

Já falamos em outra ocasião que ser multitarefa atrapalha a produtividade. Isso porque, quando você tenta fazer várias tarefas simultaneamente, as chances de perder o foco é maior, já que o cérebro ficar alternando a atenção entre uma atividade e outra.

Além disso, ser multitarefa - ou tentar ser - aumenta a produção do cortisol e da adrenalina, hormônios do estresse e fuga, respectivamente. Esse dois podem superestimular o cérebro e provocar uma névoa mental ou pensamento embaralhado.

Excesso de informações

Se você deixar seu celular desligado por 1 dia, quando ligá-lo certamente vai ter recebido vários emails, SMS, alertas de notícias, directs, menções e outras notificações nas redes sociais. Agora imagine lidar com tudo isso durante o dia?

Essa sobrecarga de informações, alinhado ao hábito de ser multitarefa, pode reduzir seu QI efetivo em 10 pontos. Em um artigo publicado no jornal The Guardian, Daniel J Levitin, neurocientista, explica como nosso vício em tecnologia está nos tornando menos eficientes:

“Cada vez que verificamos um feed do Twitter ou uma atualização do Facebook, encontramos algo novo e nos sentimos mais conectados socialmente [...] Mas lembre-se, é a parte idiota do cérebro que procura a novidade [...] não os centros de pensamento de planejamento, programação e nível superior no córtex pré-frontal”.

Post relacionado: Biohacking: o Guia Definitivo

Muito tempo sentado

Ficar sentado por muitas horas, sem se movimentar, pode diminuir o fluxo de sangue para o cérebro. Esse é um tipo de processo fisiológico automático, mas que muitas pessoas não refletem sobre. 

O cérebro também regula a quantidade de dióxido de carbono circulante no sangue, tentando mantê-lo a um nível mínimo. Quando ocorrem pequenas oscilações no fluxo sanguíneo cerebral, a memória e o raciocínio podem ser comprometidos.

Fones no máximo volume

As músicas produzem diversos efeitos positivos ao cérebro, através do estímulo à produção de dopamina, o hormônio do prazer. Por outro lado, ouvir músicas constantemente em um volume muito alto pode prejudicar a audição e incapacitar o cérebro de guardar memórias.

O uso de fones altos é um hábito prejudicial

Uso excessivo de celular

Sem dúvidas, a internet facilita a comunicação à nível global. Com uma simples mensagem pelo WhatsApp, em poucos segundos, você pode matar a saudade de um pessoa de outra cidade ou outro país.

Contudo, a falta de interação pessoal, a verdadeira, limita as oportunidades do cérebro de criar melhores conexões. Muito tempo ao celular também causar problemas na visão, no pescoço, nos pulsos e atrapalhar a qualidade do sono.

Privação do sono

Sim, o celular é um dos principais responsáveis pelas péssimas noites de sono que você tem. A luz do celular e de outros equipamentos eletrônicos atrapalham a secreção da melatonina, o hormônio responsável pelo sono.

A privação do sono ainda pode causar problemas de memória, alterações no humor e dores de cabeça. E o mais preocupante: não dormir o suficiente pode encolher seu cérebro! Essa informação foi publicada na edição online da Revista Neurology.

Post relacionadoSleep Hacking: dicas e práticas para melhorar seu sono

Como reverter maus hábitos

Os hábitos que descrevemos fazem fazer da vida moderna e não podem ser totalmente abandonados. A ideia aqui é que você reflita sobre as consequências que eles podem te causar e, então, moderá-los. 

Sabe quando falamos no início do texto que a população brasileira passou a adquirir mais hábitos saudáveis, mesmo com o aumento nos casos de obesidade? 

O que acontece é que o consumo regular de frutas e hortaliças aumentou 15,5% entre 2008 e 2018, passando de 20% para 23,1%. A prática de atividade física no tempo livre também aumentou em 25,7%.

O cérebro é o centro de comando do corpo e, para que ele tenha um bom funcionamento, é necessário ter uma vida mais saudável e cultivar bons hábitos. Estamos aqui para te ajudar nisso!  




Data?1569950176
AUTOR:
Caffeine Academy
Catalisar todo o potencial humano é o nosso propósito.