Artigo vazado 3cfe278ff33dee042b24656458c3ab911d49bfe80e37cca1757d5a15f05f7b4a
30/06/2020
Como treinar o cérebro para ser mais otimista
Data?1569950176
by: Caffeine Academy
Como treinar o cérebro para ser mais otimista
Como treinar o cérebro para ser mais otimista
O que você vai ler aqui:
  • As origens do otimismo
  • Como funciona o cérebro do otimista
  • Benefícios do otimismo para a saúde
  • Dicas para se tornar mais otimista.

Como treinar o cérebro para ser mais otimista

Você costuma a ver o lado positivo das coisas, mesmo em situações difíceis? Ou você imediatamente pensa no pior e se concentra no negativo?

Quando se trata de visão de mundo, a maioria de nós se assume otimista ou pessimista. De acordo com Karol Ward, especialistas em psicologia e comunicação, independente da posição assumida, isso está relacionado com a vivência doméstica, isto é, o seu lar e as pessoas que o habitam.

Cerca de 25% do otimismo é herança genética e, além disso, alguns fatores externos e pouco controláveis influenciam nessa visão de mundo, como status econômico e satisfação com a vida. No entanto, desenvolvemos uma considerável perspectiva positiva na vida adulta.

Então sim, temos a capacidade de nos tornar mais otimistas. E quando falamos ser otimista, não se trata de fingir que tudo está sempre bem ou, pior, se alheio à realidade. Mas sim construir uma visão mais positiva em relação à vida e reduzir os sentimentos negativos.


O cérebro do otimista

As emoções positivas proporcionam vários benefícios para a saúde em geral e podem, por exemplo, fortalecer o sistema imunológico e reduzir as chances de doenças. Um estudo da Harvard School of Public Health afirma que mulheres mais otimistas têm 30% menos chances de morrer por doenças cardíacas e câncer.

Mas será que o cérebro do otimista funciona diferente? Na verdade, o que sabe-se é que o humor positivo está associado a fortes atividade do lado esquerdo do cérebro, enquanto as emoções negativas são mais intensas do lado direito.

Vamos dar um spoiler: uma das formas de tornar o cérebro mais otimista é através da prática do mindfulness. Se você já pratica a atenção plena ou quer iniciar, aproveite para conferir nossas postagens sobre o tema e aprender cada vez mais sobre seus benefícios.

Post relacionado: 7 dicas de mindfulness: o que é e como alcançar a atenção plena

Dr. Davidson, diretor do Laboratório de Neurociência Afetiva da Universidade de Wisconsin, EUA, realizou um experimento para verificar se era possível modificar o padrão do lado das atividades cerebrais. Para isso, ele ensinou a atenção plena a um grupo de trabalhadores com rotinas estressantes, ou seja, com tendência à atividade do lado direito. 

Os resultados foram surpreendentes.  Após dois meses de treinamento, a uma proporção das atividades mudou para a esquerda e os trabalhadores afirmaram sentir-se menos ansiosos e mais felizes.

Otimista, mas também realista

Naturalmente, a vida nos impõe situações que não dá para se sentir feliz, por exemplo, desemprego, perda de um ente querido, término de relacionamentos, etc. Todas essas situações provocam sentimentos negativos, como tristeza e medo.

O otimista não se deixa abater por essas situações, e sim aprende a lidar com esses sentimentos. Por isso, acredita-se que o otimismo está muito ligado à resiliência, criando caminhos mais fáceis para se alcançar a alta performance.

Post relacionado: A alta performance e o poder da emoção positiva 

Alta performance, basicamente, refere-se ao sucesso além do padrão estabelecido, com consistência e presença à longo prazo. Os indivíduos de alta performance assumem e lidam com responsabilidades e compromissos o tempo todo, vivenciando também muitas emoções negativas, como estresse e ansiedade.

Mas a grande diferença é que esses indivíduos lidam melhor com tais emoções, pois escolhem orientar seus pensamentos em direção a estados positivos. Conscientemente, eles cultivam alegria e, como efeito, obtêm mais energia mental para suas atividades.

Dicas para ser mais otimista

Como mostramos, o pensar positivo traz muitos benefícios para a saúde e, ao mesmo tempo, proporciona uma vida mais tranquila e com bem-estar. Agora veja abaixo nossas dicas para tornar cérebro mais otimista:

  • Pratique o mindfulness: seja através da meditação, yoga ou respiração profunda, quando você foca totalmente em si, o corpo se acalma e você consegue lidar melhor com suas emoções;
  • Seja gentil com as pessoas: “o bem atrai o bem”, além disso, ajudar a outras pessoas aumenta os níveis de satisfação, humor e bem-estar; 
  • Exercite a gratidão: o ato de agradecer não tem a ver com religião, e sim na crença do poder dos bons pensamentos;
  • Faça afirmações positivas: essa é uma forma simples e prática de estimular aquele lado esquerdo do cérebro; 
  • Reconheça suas conquistas: aqui você terá vários benefícios, como aumento da autoestima e da confiança, reforçando a ideia de que você pode alcançar tudo o que deseja.

Data?1569950176
AUTOR:
Caffeine Academy
Catalisar todo o potencial humano é o nosso propósito.