Artigo vazado 3cfe278ff33dee042b24656458c3ab911d49bfe80e37cca1757d5a15f05f7b4a
29/07/2020
A influência da heurística da ancoragem na tomada de decisões
Data?1569950176
by: Caffeine Academy
A influência da heurística da ancoragem na tomada de decisões
A influência da heurística da ancoragem na tomada de decisões
O que você vai ler aqui:
  • O que é heurística
  • O processo da tomada de decisões
  • Como funciona o processo de ancoragem

Já falamos em alguns blogposts que nosso cérebro encontra formas de poupar tempo e energia no cotidiano, como acontece com os hábitos. Assim, quando precisamos fazer um julgamento ou tomar uma decisão, muitas vezes ele prefere pegar atalhos para simplificar o processo.

Se você nunca ouviu falar em heurísticas, saiba que elas são atalhos mentais que usamos para simplificar julgamentos e decisões. Ele ocorre de forma inconsciente e intuitiva, baseando-se em elementos como a experiência, o modo de pensar, a criatividade e a imaginação.

Usamos heurísticas até para tomar decisões importantes, como decidir em qual faculdade estudar ou com quem casar. Por exemplo, as pessoas não realizam uma busca exaustiva por todas as opções antes de decidirem com quem querem casar.

Na verdade, elas tendem a conhecer uma pequena parcela de opções antes de tomar essa decisão. Fazemos isso para facilitar nossas vidas, já que, do contrário, daria muito mais trabalho fazer essa e outras escolhas.

Imagine quanto tempo levaria se cada decisão fosse tomada de forma totalmente racional e sistemática? Provavelmente você teria que dedicar muitas horas apena para avaliar aquela situação em especial.

Assim, a heurística representa a forma como o ser humano simplifica o entendimento de questões complexas, seja porque precisa decidir a partir de informações incompletas ou porque se encontra em situações de incerteza.

Existem diversos tipos de atalhos mentais capazes de explicar como as pessoas decidem, julgam e resolvem problemas complexos, como a heurística da disponibilidade ou da representatividade. Mas vamos em um em especial: heurística da ancoragem e do ajuste.


Tomada de decisões e o viés de ancoragem

Tomar decisões é um ato complexo que envolve a definição do problema, a busca de informações, o estabelecimento de critérios para avaliação, assim como outras fases voltadas a encontrar a melhor opção dentre as possibilidades existentes.

Por outro lado, as pessoas tendem a procurar por pontos de referência quando as informações são insuficientes ou ambíguas para a tomada de decisão. Há fatores no processo decisório que podem levar o decisor a buscar e demonstrar estratégias diferentes na decisão, como o viés da ancoragem.

A ancoragem, terceira heurística identificada pelos psicólogos Tversky e Kahneman, é um processo pelo qual as pessoas são influenciadas por informações específicas fornecidas antes de um julgamento.

Ou seja, na heurística da ancoragem você usa esse atalho a partir de uma ideia inicial sobre algo. Podemos dizer que os primeiros dados que obtemos de uma fonte de informação são os que ficam ancorados na nossa memória.

O que pode dar errado é que essa ancora pode ser incomum ou arbitraria, mas mesmo assim você pode acabar apegado demais a ela e apresentar dificuldade de atualizar essa ideia diante de novas informações.

Por exemplo, digamos que você conheceu o SuperCoffee e considerou que o produto tem um custo elevado. Os seus amigos são consumidores do café e já disseram que o custo benefício do produto é muito mais vantajoso em comparação ao valor gasto com outros suplementos.

Talvez você tenha achando isso porque avaliou o custo do café sem levar em consideração os seus benefícios efetivos para sua alta performance física e mental. Mas, mesmo sabendo que ele é o melhor blend energético e nootrópico do mercado brasileiro, você ainda pode ter dificuldades em mudar sua ideia inicial.

O efeito da ancoragem

Você pode não ter se dado conta, mas pense em todas as escolhas feitas por você hoje, da hora em que acordou até agora, lendo as últimas palavras desta frase:

  1. O que vestir?
  2. O que comer?
  3. Para onde ir?
  4. Que mão usar para segurar a escova de dentes ao escová-los?

Quanto mais focamos nas pequenas opções, mais decisões encontramos. Nosso cérebro automatiza o máximo que pode as decisões e cria atalhos para a maioria delas, facilitando o processo para poupar energia.

Podemos concluir que a primeira informação recebida parece ser a mais importante, a mais clara e concisa para condicionar as decisões posteriores. Isso não quer dizer que não memorizamos, entendemos ou adaptamos o resto, mas que os primeiros dados permanecem em relevância.

Nunca nos livraremos dela, mas agora que você sabe como ela funciona, pode aproveitar para usá-la a seu favor. Saiba identificar quando a sua tomada de decisão está sendo diretamente influenciada por primeiras impressões negativas.

A tentativa de controlar os efeitos das heurísticas pode ser entendida como uma forma de, ao exercitar o controle dos processamentos cognitivos envolvidos em uma tarefa de julgamento, minimizar as limitações e os efeitos determinantes do passado.

Por isso, busque conteúdos e opiniões que de fato vão contribuir positivamente para o viés da ancoragem, sempre de acordo com a sua essência, quem você é e aquilo que realmente acredita. Esteja próximo dos seus propósitos, valores e interesses, assim o viés da ancoragem te ajudará a tomar as melhores decisões em todos os momentos da vida.


Data?1569950176
AUTOR:
Caffeine Academy
Catalisar todo o potencial humano é o nosso propósito.