Artigo vazado 3cfe278ff33dee042b24656458c3ab911d49bfe80e37cca1757d5a15f05f7b4a
26/05/2020
11 sinais do mau funcionamento do intestino e como resolver
Data?1569950176
by: Caffeine Academy
11 sinais do mau funcionamento do intestino e como resolver
11 sinais do mau funcionamento do intestino e como resolver
O que você vai ler aqui:
  • Por que o intestino é considerado o “segundo cérebro”?
  • Características de um intestino saudável
  • O que é a microbiota
  • Fatores que causam desequilíbrios intestinais
  • Como cuidar da saúde do intestino

11 sinais do mau funcionamento do intestino e como resolver

Assim como outras áreas do seu corpo, o intestino precisa de cuidados. Isso porque, ele exercer funções essenciais para o funcionamento do corpo como um todo, sendo considerado como o “segundo cérebro”

Para você ter ideia, o intestino possui um sistema nervoso próprio, chamado de sistema nervoso entérico (SNE), e possui mais de 500 milhões de neurônios! - número que supera a quantidade existente na espinha dorsal. O seu funcionamento é mais simples que o cérebro, mas detém uma estrutura complexa. 

Então, quando você sente náuseas, fadiga e diarreia algo não está funcionando bem no intestino, e isso pode ser motivado por vários fatores, desde o excesso de alimentos processados até picos de estresse. Continue a leitura e saiba outros sinais que você deve ter atenção.

Post relacionadoGuia básico da saúde do intestino

O intestino saudável

Seu corpo abriga trilhões de microrganismos - bactérias, fungos, vírus e outros micróbios -, que em grande maioria vivem no intestino, formando a microbiota intestinal. Somente em relação às bactérias, mais 1.000 espécies são conhecidas e exercem diferentes funções, como remoção de toxinas, auxílio na digestão e monitoramento das “bactérias ruins”.

Esse equilíbrio entre boas e más bactérias é essencial para saúde geral do indivíduo. O mesmo vale para os fungos. A espécie Candida albicans, por exemplo, encontrada naturalmente na microbiota, em caso de desequilíbrios, pode se multiplicar de forma anormal e atingir várias partes do corpo, causando infecções.  

Mas como afirmar que um intestino é saudável?

Ir ao banheiro todos os dias não significa, necessariamente, que o intestino está funcionando bem. Deve-se levar em consideração também a frequência das idas ao banheiro, a consistência das fezes e outros fatores não visíveis a olho nu, como a integridade da células que formam a mucosa intestinal.

Doces podem comprometer a saúde do intestino

Sinais para prestar atenção

Acredite, quando se fala em saúde do intestino, o “melhor é prevenir do que remediar”. Isso porque, essa estrutura carece de receptores sensíveis à dor, como os nociceptores, que detectam estímulos nocivos e enviam sinais ao cérebro para que ele perceba que algo está errado, gerando assim a dor. 

A dor nos faz agir, correto? Entretanto, pela ausência desses receptores, normalmente não é possível identificar quando o sistema gastrointestinal tem um problema. Então, precisamos esperar que que as coisas piorem até surgirem sinais como:

1- Sensação de inchaço;
2- Sensação de queimação;
3- Náuseas;
4- Diarreia;
5- Digestão inadequada (sensação de peso).

Outros sintomas também podem surgir em função de problemas intestinais:

6- Alterações no peso;
7- Alergias alimentares
8- Lesões na pele;
9- Cansaço;
10- Dificuldade de concentração;
11- Mudanças de humor.

Todo corpo pode ser impactado quando há desequilíbrios no intestino. E isso pode ser causado por vários fatores, como estresse, doenças, consumo excessivo de alimentos processados, abuso de álcool e drogas, alguns tipos de medicamentos e viagem (mudanças de hábitos podem causar esse efeito).

Como melhorar a saúde intestinal


Você é o que você come! O primeiro cuidado a se ter com o intestino é prestar atenção na qualidade dos alimentos. Essa, na verdade, é a maneira mais natural de preservar as bactérias intestinais do bem. Veja algumas dicas de alimentação:

  • Consuma menos açúcar: as bactérias ruins amam o açúcar e se alimentam dele, já percebeu o perigo, não é? Então evite carboidratos com baixo teor nutricional, laticínios convencionais e álcool;
  • Aumente a ingestão de fibras: folhas verdes, nozes, aveia e vegetais de raiz são alimentos ricos em fibras. Elas reduzem o tempo de contato da mucosa intestinal com toxinas e combatem radicais livres;
  • Remova alimentos que causam sensibilidade: se você perceber que algum alimento está lhe causando problemas intestinais, o mais indicado é suspender o consumo e buscar imediatamente um médico. 

Manter bons hábitos também é essencial para o bom funcionamento do intestino. Confira algumas práticas que você pode adotar no dia a dia:

  • Gerencie o seu estresse: pratique meditação, relaxamento, mindfulness ou ioga;
  • Pratique exercícios: 30 minutos diários de exercícios, cinco vezes por semana, melhora o funcionamento do intestino e reduz o risco de doenças intestinais;
  • Cuide do seu sono: quando seus padrões de sono são alterados, o intestino também é prejudicado. Antes de dormir, evite comidas pesadas e desconectar-se dos eletrônicos para ter uma boa noite de sono.


Data?1569950176
AUTOR:
Caffeine Academy
Catalisar todo o potencial humano é o nosso propósito.